quinta-feira, 21 de agosto de 2014


Julio César fez um trabalho específico nesta quinta-feira pela manhã, em seu segundo dia de casa no Benfica, mas ainda não teve sua estreia confirmada para o fim de semana, quando seu novo clube vai a campo para visitar o Boavista pela segunda rodada do Campeonato Português. 

O goleiro, que esteve com a seleção brasileira na Copa do Mundo no Brasil, foi a campo pela segunda vez com a camisa da equipe portuguesa nesta quinta, não vinha treinando com o Queens Park Rangers e, por isso, terá que correr contra o tempo para estrear já neste domingo. O clube ainda não se pronunciou sobre a possível data de estreia.

Julio Cesar no treino do Benfica (Foto: Reprodução / Twitter)


Prestes a completar 35 anos (no próximo dia 3 de setembro), Julio César foi anunciado no novo clube na última terça-feira, após chegar a um acordo com o QPR para rescindir seu contrato. O vínculo do goleiro com o Benfica será válido por duas temporadas.

A tendência é que o brasileiro chegue para assumir a condição de titular no time de Jorge Jesus - o também brasileiro Artur tem sido o dono da posição desde a saída do esloveno Oblak para o Atlético de Madrid, mas foi bastante criticado durante a pré-temporada. No último domingo, ele defendeu um pênalti na vitória sobre o Paços de Ferreira. 

Julio foi o goleiro titular da seleção brasileira nas Copas do Mundo de 2010 e 2014. Ao fim da participação no Mundial do Brasil, ele deu a entender que daria espaço aos mais jovens, o que de fato aconteceu nesta terça com a primeira convocação da segunda "era Dunga": Rafael Cabral (24 anos), do Napoli, e Jefferson (31), do Botafogo, foram chamados.
0

terça-feira, 19 de agosto de 2014


O goleiro Julio César acertou por duas temporadas com o Benfica, de Portugal. O arqueiro, que foi titular da Seleção Brasileira na Copa do Mundo, estava vinculado ao Queens Park Rangers, da Inglaterra, antes de defender o Toronto. Ele completará 35 anos no próximo dia 3 de setembro.

No clube inglês desd 2012, Julio César pouco atuou e não se firmou como titular na meta da equipe. Assim, foi tentar a vida no Toronto. Mesmo com isso, ele foi o escolhido pelo técnico Luiz Felipe Scolari para assumir a posição de titular do Brasil na Copa do Mundo.

A tendência é que o brasileiro chegue para assumir a condição de titular no time de Jorge Jesus – o também brasileiro Artur tem sido o dono da posição desde a saída do esloveno Oblak para o Atlético de Madrid, mas foi bastante criticado durante a pré-temporada. No último domingo, ele defendeu um pênalti na vitória sobre o Paços de Ferreira.

Com passagens por Flamengo, Inter de Milão, QPR e Toronto, além de três Copas do Mundo na bagagem, Júlio César também foi o titular brasileiro na Copa do Mundo de 2010. Para o próximo mundial, é improvável a presença dele. Nesta terça-feira, o técnico Dunga convocou Rafael Cabral (24 anos), do Napoli, e Jefferson (31), do Botafogo, para os amistosos contra Colômbia e Equador.

0

segunda-feira, 14 de julho de 2014






 

Depois das especulações envolvendo uma possível ida de Jefferson para o Benfica, o clube português deve, afinal, ficar com o titular da Seleção Brasileira. Segundo a "Sky Italia", o jogador que pertence ao Queens Park Rangers, mas esteve emprestado ao Toronto, o brazuca já tem um pré-acordo com o Encarnado. Ele chegaria para substituir Oblak. O esloveno está a caminho do Atlético de Madrid.

Alexandre Loureiro/VIPCOMM


Ainda de acordo com a emissora italiana, Julio Cesar e Benfica finalizaram o acordo, inclusive em relação ao salário, durante a madrugada deste domingo. Fica ainda desconhecido como estão as conversas entre os clubes. O goleiro da Seleção Brasileira nas últimas duas Copas do Mundo tem contrato com o QPR até 2016.

Na última janela, após o rebaixamento do QPR, Julio Cesar esteve muito próximo do Benfica, ele mesmo confirmou a informação. Porém, não houve acordo em relação ao seu salário, e a negociação não saiu.

Se Julio Cesar defender mesmo o Benfica na próxima temporada, vai voltar a travar rivalidade com Helton. O atual goleiro do Porto estava no Vasco justamente quando o camisa 12 do Brasil estava no Flamengo.
0

sábado, 12 de julho de 2014


Wesley Sneijder sentiu uma fisgada na perna direita após cobrar uma falta no aquecimento e não enfrentou o Brasil. Após a vitória de 3 a 0 da Holanda, o meia encontrou Julio César na saída dos vestiários e fez questão de abraçar o ex-companheiro de time. Sneijder foi o carrasco da Seleção na última Copa. O camisa 10 marcou os dois gols da virada holandesa que eliminou o time de Dunga nas quartas de fina.

Júlio César e Sneijder jogaram no Inter de Milão de 2009 à 2012. Juntos conquistaram um Campeonato Italiano, uma Liga dos Campeões da UEFA, uma Supercopa da Itália e um Mundial de Clubes, todos em 2010. No ano seguinte, conquistaram uma Copa da Itália.

Beijo Sneidjer Julio César (Foto: Reprodução SporTV)
0